Casa sustentável e automação residencial para eficiência energética

Descubra como a automação residencial é a chave para uma casa sustentável e, além disso, para garantir a eficiência energética.

Se o ano de 2020 nos ensinou algo, é que os espaços domésticos são o mais importante. Muitas pessoas redescobriram que passar mais tempo em casa equivale a ter espaços mais confortáveis, com uma melhor distribuição e com elementos que proporcionem maior satisfação a todos os membros da família.

Ter uma casa inteligente que utiliza ferramentas como a automação residencial é uma decisão que traz benefícios não só pessoais, mas também coletivos e ajuda a conscientizar a sociedade sobre a sustentabilidade e o meio ambiente.

Nos dias de hoje, este é um tema com o qual todos nos preocupa e que devemos estar 100% comprometidos. Cada vez mais estamos vivendo em direção às casas sustentáveis, apostando fortemente nas modificações no uso dos dispositivos inteligentes.

O que é uma casa sustentável?

O desenvolvimento tecnológico que a humanidade alcançou tem grandes vantagens, mas sendo realista, também trouxe consequências menos agradáveis. O que se busca com sustentabilidade é reduzir o conjunto de consequências negativas ao meio ambiente que algumas construções trazem consigo.

Ao desenvolver edificações sustentáveis, também busca otimizar os recursos naturais. Desta forma, a construção de casas com “materiais sustentáveis”, a utilização de painéis solares etc, conservam melhor a energia e a redução na emissão de carbono. Com tudo isso, pretende-se reduzir o impacto da poluição em longo prazo e ao mesmo tempo pagar menos na fatura de eletricidade.

Tudo sobre automação residencial. O que é e para que serve?

Alinhado à sustentabilidade, surge o conceito de automação residencial. Uma casa domótica é aquela que está programada e automatizada para gerir uma série de funções, que contribuem e facilitam o funcionamento dos aparelhos e de tudo o que está dentro de casa. Tudo isso, de maneira remota e sem fios.

O principal objetivo da automação residencial é proporcionar conforto, bem-estar e segurança a todos os membros da família. Aqui, os hábitos e rotinas familiares se fundem com o sistema de iluminação, aquecimento, fechaduras, ar condicionado e sistemas de irrigação, entre outros, para contribuir diretamente para a economia de energia e ecologia. A sustentabilidade começa aqui e as suas ações para proteger o meio ambiente também.

Vantagens de casas sustentáveis ​​e automação residencial

Portanto, uma casa criada com uma consciência sustentável provavelmente fará uso de sistemas de automação residencial. Entre os maiores benefícios estão:

  • Uma grande contribuição para a economia doméstica. A aplicação de políticas de economia garante uma redução de quase 70% no consumo de energia.
  • Segurança garantida por alarmes inteligentes para casas que detectam incêndios, intrusos, vazamentos de gás ou água. Também reconhecimento de voz.
  • Um grande aliado que facilita as tarefas do dia a dia e deixa mais tempo livre para a família compartilhar. Por exemplo, é possível usar a automação residencial para desligar o aquecimento ou o ar condicionado caso alguém abra as janelas, e também serve para conectar automaticamente o alarme e enviar notificações tanto para a polícia quanto para o proprietário ao sair de casa.
  • Esta tecnologia permite que você assuma o controle da casa e evite o caos. O conforto é garantido com sistemas de iluminação e aquecimento adequados às necessidades. Além disso, para o máximo conforto, você pode usar a programação de difusores de perfume ou fundos musicais.
  • Permite o acesso ao sistema a vários usuários, permitindo que cada membro da família contribua com um grão de areia para o modo de funcionamento da casa.

É viável ter eficiência energética em minha casa graças à automação residencial?

A resposta é um sim retumbante. Ao aplicar um ecossistema confiável, os recursos são otimizados dentro de casa, também é responsável por fornecer relatórios mensais de custos e consumos, que dão mais consciência às pessoas se algo está falhando.

Conjuntamente, não se deve perder de vista que a eficiência energética está ligada à minimização da carga das ondas eletromagnéticas, uma vez que requer menos energia para atingir o mesmo desempenho.

Como posso ter uma casa inteligente?

Para se ter uma casa inteligente é importante destacar a ideia de acessibilidade da automação residencial, pois tem um design ajustado para todos, e todos podem aplicar este conceito e transformá-lo num modo de vida.

1. Faça isso progressivamente: o importante é que você inicie ou teste um dispositivo e, em seguida, vá adicionando artefatos a todo o conjunto.

2. Verifique sua ligação: é fundamental que sua velocidade de internet e capacidade de conectividade sejam adequadas.

3. Escolha um sistema: torne-o fácil e confiável para você, há muitas opções no mercado, que vão desde o homekit Apple, smartthings Samsung, homekit Ikea, casa inteligente Google ou dispositivos Amazon Alexa.

4. Compatibilidade: todos os dispositivos devem ser compatíveis entre si e estar sincronizados para atingir um conjunto harmonioso.

5. Instalação: o melhor é que é autogerido e está pré-configurado para facilitar a administração e evitar obras civis para acioná-lo.

Placas solares inteligentes: o futuro da energia solar

É claro que a energia solar é algo que ainda não podemos controlar totalmente, pois, por mais que vivamos em um país com muitas horas de sol por dia, não podemos controlar o clima. A energia solar é o futuro porque, além de ser uma energia totalmente renovável, não polui e nos permite economizar na conta de luz por ser uma energia gratuita.

Na tentativa de dar a máxima eficiência a este tipo de energia e aos painéis solares, a inteligência artificial foi combinada com o estudo dos painéis solares para atingir a sua máxima eficácia e eficiência.

Mas não estamos falando de um mero controle via Internet de nosso painel solar ou do sistema completo. A tecnologia foi mais longe ao criar células inteligentes capazes de se adaptar às mudanças de luz.

Painel solar multi-junção

Este tipo de painéis solares é baseado na técnica de “clustering”, que permite ter em conta as variações da luz solar e obter para as mesmas, e em muito pouco tempo, um desenho especial de painel solar em função do local específico onde se encontra essa placa.

Este tipo de painel é baseado em células solares de múltiplas junções, que são células criadas com diferentes materiais semicondutores. Essas células produzem uma resposta de acordo com o comprimento da onda de luz. Ao usar muitos semicondutores, eles podem absorver maiores intervalos de comprimentos de onda, melhorando a eficiência da conversão de energia. Segundo a teoria, esse tipo de célula poderia atingir uma eficiência de quase 87%.

Baterias inteligentes e placas solares

Um dos maiores problemas com a energia solar é que não há sol 24 horas por dia. Portanto, foram desenvolvidas baterias capazes de acumular energia solar que não se utiliza.

Empresas como Tesla ou LG criaram baterias inteligentes que são instaladas ao lado do painel solar para criar um sistema inteligente de produção e armazenamento para a casa.

Isso não só tem a vantagem de podermos usar a energia solar o dia todo, mas, atualmente, o excesso de energia produzida é descarregado na rede elétrica de forma gratuita. Com este sistema, esse excedente pode ser aproveitado em benefício do proprietário da instalação fotovoltaica.

Reply