10 Exemplos de lixo orgânico – Para que serve e qual sua importância.

Os resíduos orgânicos devem ser recolhidos em lata de cor marrom. É fundamental que os resíduos orgânicos sejam depositados em sacos de papel ou simplesmente embalados em papel de jornal ou em sacos biodegradáveis ​​encontrados nas lojas.

Os resíduos orgânicos não devem de forma alguma ser depositado em sacos plásticos, pois os resíduos coletados devem ser encaminhados para a compostagem, onde os sacos plásticos não são desejados, pois dificultam o processo de tratamento dos resíduos.

Alguns exemplos de lixo orgânico mais produzidos pela população são restos de comida. Os princiapis exemplos desses resíduos orgânicos , são: cascas e pedaços de verduras e legumes, restos de carne, ossos, cascas de ovos, restos de pão, frutas, sacos de café e chá, sementes e entre outros.

Exemplos de lixo orgânico :

  1. lixo verde
  2. Ramaglie
  3. grama, folhagem
  4. solo superficial
  5. flores, erva daninha
  6. Fruta podre
  7. resíduos de alimentos, restos de frutas e vegetais, cascas de ovo, borra e filtros de café, borra e filtros de chá
  8. comida estragada sem embalagem
  9. sobras de alimentos cozidos e não líquidos
  10. saco de papel.

Para que é usado o lixo orgânico?

Para que é usado o lixo orgânico

Resíduos orgânicos são, portanto, resíduos biodegradáveis ​​de origem vegetal ou animal, capazes de se degradar biologicamente.

A fração orgânica é composta principalmente por sobras de alimentos e hortas que são produzidas diariamente em casa e em estabelecimentos comerciais, como cascas de frutas e vegetais, restos de comida, restos de peixe, ossos e restos de carne, guardanapos de papel ou toalhas de mesa com restos de matéria orgânica, restos de café, ossos de animais, restos de poda, rolhas naturais, palitos, conchas ou saquinhos de chá, entre outros.

Depois que o lixo orgânico é depositado no contêiner de lixo marrom, um caminhão o coleta e o transfere para o depósito para um processo biológico de pelo menos oito meses, onde será transformado principalmente em composto e biogás.

A coleta seletiva de lixo desta forma trará enormes benefícios ambientais e econômicos.

Compostagem

Como já mencionamos várias vezes, a melhor solução para o descarte de resíduos úmidos é a compostagem.

A compostagem é um processo de transformação natural de materiais ou substâncias biodegradáveis ​​(processo de fermentação aeróbia) em um produto de baixa putrescibilidade, livre de odores desagradáveis ​​e potencialmente adequado para uso para melhorar a fertilidade de hortas, jardins e terrenos agrícolas.

O processo de compostagem é realizado, na presença de oxigênio, por microrganismos, bactérias e bolores auxiliados por minhocas e uma miríade de outros seres transformadores. Mais simplesmente, a compostagem indica uma prática que consiste em recolher resíduos de origem natural para os apodrecer e, posteriormente, utilizá-los para melhorar a fertilidade do solo em hortas, jardins ou terrenos agrícolas.

A compostagem doméstica imita o ciclo natural das substâncias orgânicas: Com a reciclagem do húmus doméstico, os resíduos orgânicos são cada vez mais retirados dos aterros e encaminhados para recuperação total, contribuindo significativamente para a resolução de dois graves problemas: a eliminação dos resíduos húmidos e o empobrecimento progressivo das substâncias orgânicas nos solos agrícolas.

Por que é importante separar a matéria orgânica?

Atualmente as coleções seletivas mais populares são as de papel-cartão, vidro e embalagens leves. O menos difundido é o da fração orgânica, composta principalmente por restos orgânicos que são produzidos diariamente em qualquer casa, como cascas de frutas e vegetais, restos de comida, restos de peixe, ossos e restos de carne, alimentos em mau estado, pão seco, papel de limpeza, restos de infusões, flores e mudas, utensílios domésticos, etc.

Com a coleta seletiva de matéria orgânica, as regulamentações Brasileira são respeitadas e os resíduos orgânicos se transformam em recursos, pois com eles se produz composto, um material precioso que atua como fertilizante na agricultura e na jardinagem e também é utilizado para a restauração de áreas verdes degradadas.

Para viabilizar esse processo, a carga de resíduos coletados será transferida para as fábricas onde já foram feitos os ajustes técnicos necessários para o correto manejo da matéria orgânica, que podem ser reaproveitados para a fabricação de fertilizantes naturais e composto de alta qualidade.

Embora a prioridade seja a prevenção, uma vez gerados, a correta gestão dos resíduos úmidos, através da coleta seletiva e posterior tratamento biológico, sem mistura com outros resíduos, são essenciais para o cumprimento da legislação, de forma a garantir o tratamento adequado dos resíduos. Emissões de gases, ao melhorar os níveis de coleta e a qualidade do restante das frações coletadas separadamente e, além disso, favorece a criação de novos empregos no setor de coleta e tratamento.

Reply