38 Exemplos de lixo orgânico e inorgânico

Antes de mais nada, entender as diferença e exemplos de lixo orgânico e inorgânico é o primeiro passo para uma vida mais ambientalmente consciente.

Estima-se que o Brasil reaproveita apenas 1% dos resíduos orgânicos, enquanto os resíduos inorgânicos têm uma taxa de reciclagem que beira míseros 3%.

Ou seja, ainda há um longo caminho a percorrer e muito dele depende muito mais dos cidadãos comuns do que das ações governamentais.

Por isso, o post de hoje é um convite para você dar esse passo em direção a um planeta mais sustentável.

Decerto, você já deve ter ouvido em algum lugar que o lixo orgânico se decompõe naturalmente na natureza, já o inorgânico pode levar até 500 anos para se decompor e que é ruim para nós e para o meio ambiente. Mas, você sabe a diferença entre resíduos orgânicos e inorgânicos?

Mas se você não sabe, há uma grande variedade de diferenças que existem entre resíduos orgânicos e inorgânicos. Porém não se preocupe, pois neste artigo, iremos te mostrar alguns exemplos de lixo orgânico e inorgânico e suas diferenças.

Diferenças entre lixo orgânico e inorgânico

Conforme verificado, entre os diversos objetos e substâncias que são considerados lixo,  existem duas classificações.

Lixo orgânico e inorgânico: primeiramente, temos os resíduos orgânicos que são provenientes de resíduos que  têm a sua origem num ser vivo. Em seguida,  os resíduos inorgânicos que consistem em resíduos que  não têm origem biológica, ocupando um grande espaço e poluindo o meio ambiente.

A principal  diferença entre esses dois é o tempo que levam para se degradar, sendo que os resíduos orgânicos se desintegram e se reincorporam ao meio ambiente em menos tempo, enquanto os inorgânicos demoram muito mais anos e até milhares de anos dependendo do resíduo em questão, em que são reintegrados ao meio ambiente.

O que é lixo orgânico?

Sem dúvida, você já tenha se perguntado: O que são lixos orgânicos? Resíduo orgânico é tudo o que é biodegradável e ao mesmo tempo, vem de um animal ou planta. Assim, quando algo é biodegradável é capaz de ser decomposto por organismos vivos ou outras bactérias, se decompondo de forma natural no meio ambiente.

O que é lixo inorgânico?

Em resumo, o lixo inorgânico se caracteriza como restos de materiais que não se decompõem com facilidade. Assim, eles não são provenientes de animais e plantas. Desse modo, esses materiais inorgânicos podem estar na forma de plásticos, vidros, lata e outras embalagens.

Ao mesmo tempo, devemos notar que esses materiais não se decompõem de forma natural. Assim, mesmo que exista alguma coisa que se decomponha naturalmente, o resíduo levará muito mais tempo para se decompor, comparado ao material orgânico.

Exemplos de lixo orgânico e inorgânico

De fato, entender a diferença entre resíduos orgânicos e inorgânicos é o primeiro passo para uma vida mais ambientalmente consciente, neste tópico iremos citar alguns exemplos de lixo orgânico e inorgânico.

Orgânico

  • Ramos e caules
  • Recortes florais
  • Aparas de grama
  • Folhas
  • Ervas daninha
  • Madeira não pintada ou tratada
  • Serragem
  • Fruta
  • Vegetais
  • Carne e ossos
  • Borra de café
  • Cascas de ovo
  • Lacticínios
  • Guardanapos usados
  • Recipientes de papel compostável
  • Saquinhos de chá
  • Papel de cera
  • Filtros de café
  • Caixas de pizza
  • Estrume de gado.
  • Comida para animais de estimação.

Inorgânico

  • Plástico
  • Polietileno
  • Metais
  • Vidro quebrado
  • Detergente
  • Sobra de sabonete
  • Latas de alumínio
  • Resíduos Têxteis
  • Óleo residual
  • Tampa de garrafa
  • Isopor
  • Borracha
  • Pneus usados
  • Vários Eletrônicos
  • Descarte de Pesticidas
  • Aparelhos domésticos descartados
  • Pilhas e baterias

Conclusão

As exigências ideais para tornar o meio ambiente mais verde e mais limpo, certamente é reduzir significativamente o desperdício.

Com o cumprimento das etapas mencionada anteriormente, de fato faremos contribuições significativas para promover de maneira permanente, um ambiente livre de resíduos.

Por fim, promover uma gestão consciente sobre resíduos orgânicos e inorgânicos deve ser um passo fundamental para a criação de um ambiente livre de lixo e sustentável.

Reply